domingo, janeiro 15, 2006

O (NOVO) PGR por detrás dos números (!) … ocultos (?) dos telefones ???

A questão é muito grave …mas talvez tenha outros telefones (diria outros “links”) ocultos.
O que está em causa no caso das escutas é mais profundo, antigo e de prevenção para o futuro .
E é de uma simplicidade ingénua:
1º -- “quem se mete com o PS leva!!!"
2º – é preciso meter a justiça na linha (controlar os tribunais) pois há que acautelar e travar free-ports, apitos de vidas douradas e outras "(iber)drolas";
3º -- há que ter na mão o PGR: para isso é preciso substituí-lo enquanto é tempo (da “tomada” de postos importantes é o último que falta antes de “manietar” o CSM).

O problema político encaixa na relação entre as eleições presidenciais e a substituição do PGR .
Como já foi defendido em anterior post de 20-11-2005 (Eleições … TAMBÉM … para a Justiça????) a opção depende do PR eleito: será diferente o PGR se escolha for feita antes ou depois do novo PR fazer a nomeação.

As sondagens indicam que a "escolha" do “senhor das muletas” ---- não falo das mediáticas “canadianas” penso na quantidade de “assessores” que como “paus mandados” fazem o “trabalho de casa” e de arregimentados que se colocaram na lista de apoiantes na mira tachista (alguns também “falantes” da área da justiça e da próprio MP)--- dificilmente passará do terceiro lugar.

Alarme e alerta: há que tomar a PGR enquanto é tempo!!!

E aí estão os especialistas da “cabala” a encenar e a trabalhar para agarrar a PGR a ritmo de contra-relógio.

Isto no país (dos Pinas Iberdrola Mouras Isaltantes Fátuchas e outros de fatiotas gorduchas) tudo se consegue: há sempre alguém que nunca diz não a uma primeira página bem encomendada (lembram-se da comunicação da greve dos juízes no dia do congresso e das faltas dos professores no dia da greve destes ???? muito bem trabalha aquela malta).
Muito calramente: podem chamar a isto um GOLPE DE ESTADO; mas: os golpistas são os que querem tomar e controlar outros poderes contra o que permite a Constituição da República Portuguesa.
Só que as armas agora são outras: são "mediático-democráticas".
E o povo (e não só) segue em romaria encantado com tão bem montado drama em ritmo de peça teatral.
Como cantava alguém no tempo da pré-história: "ou vem com botas cardadas ou com pézinhos de lã!...".

Por favor: se (eles) já não têm vergonha, pelo menos que (lhes) seja reconhecido o fantástico trabalho de realização!!!.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home